Buscar
  • William Clavijo

Venezuela Global organiza a entrega de mil cestas básicas a famílias vulneráveis do Rio de Janeiro


No último domingo, 17 de outubro, foi realizada a Jornada de Solidariedade Brasil–Venezuela, uma iniciativa em parceria entre Venezuela Global, Ação Floresta da Barra, as Aldeias Infantis SOS e Casa Venezuela, com o apoio do programa do governo federal Pátria Voluntária e o programa SESI Mesa Brasil.


A ação, realizada na Arena 3 do Parque Olímpico da Barra da Tijuca, permitiu beneficiar a mil famílias venezuelanas, brasileiras e de outras nacionalidades, em situação de vulnerabilidade, através da doação de cestas básicas de alimentação. Dessa forma, foi possível dar um alívio aos afetados pelo impacto da pandemia de Covid-19 sobre a atividade econômica. A equipe organizadora esteve composta por 30 pessoas, respeitando os protocolos de biossegurança.


Entenda a crise migratória


Segundo cifras de agências da ONU, mais de 6 milhões de venezuelanos abandonaram o país fugindo da crise econômica, social e política que vive o país. O Brasil tem se posicionado como o quinto país receptor na região, acolhendo mais de 261 mil pessoas. Estima-se que o estado do Rio de Janeiro tenha acolhido ao redor de 5 mil venezuelanos, entre migrantes, solicitantes de refúgio e refugiados vindos por contra própria ou através do programa de interiorização da Operação Acolhida, do governo federal. Uma grande parcela desta população se encontra em situação de vulnerabilidade social.



De acordo com um estudo do Observatório Venezuelano da Migração de 2020, da Universidade Católica Andres Bello (UCAB), durante a pandemia, 90% dos migrantes venezuelanos sofreram uma queda nos seus ingressos econômicos, 42% perderam seus empregos, 25% não possuem recursos econômicos para comer, 66% necessitam de ajuda para a sobrevivência, 15% ficaram sem moradia e 11% sofreram cortes no fornecimento de serviços públicos por falta de pagamento.


Somando forças pelos que mais precisam


A jornada somou forças para contribuir na resposta humanitária da crise de migrantes e refugiados que afeta a região, promovendo a integração entre venezuelanos e brasileiros. Dessa forma, a aliança de organizações por detrás desta iniciativa, incluindo associações venezuelanas, também buscou retribuir ao Brasil pela solidariedade expressada no acolhimento exemplar de migrantes e refugiados venezuelanos.



78 visualizações0 comentário