Buscar
  • William Clavijo

Venezuela Global organiza visita de diplomatas dos Estados Unidos à comunidade do Morro do Banco



Na última terça-feira, 22, a Venezuela Global organizou uma visita dos representantes do Consulado dos Estados Unidos no Rio de Janeiro ao Morro do banco, comunidade localizada na zona oeste da cidade, e, onde se concentra uma grande proporção dos imigrantes e refugiados venezuelanos interiorizados pela Operação Acolhida. O objetivo da visita foi apresentar parte da realidade da comunidade venezuelana nessa localidade, os desafios que estas pessoas estão enfrentando para se integrar adequadamente à sociedade brasileira.


A comitiva do Consulado esteve integrada pelo cônsul Jesse Levinson, chefe da seção política e econômica, o cônsul Francisco Perez, chefe da seção de relações públicas, o cônsul Jason Conroy, da seção política econômica, o vice-cônsul Jake Liskowiak, da seção consular, e Lorena Fernandez, assistente administrativa na área da seção política e econômica.


A agenda foi organizada para promover interação dos diplomatas tanto com as famílias venezuelanas quanto com as organizações parceiras que já trabalham na comunidade e que tem incluído aos imigrantes e refugiados venezuelanos dentro das suas iniciativas.


A visita começou na sede das Aldeias Infantis SOS. Ali, os diplomatas e os membros de Venezuela Global foram recebidos pela coordenadora do centro, Ana Nunes, e sua equipe de trabalho, os quais apresentaram as instalações e os projetos de acolhimento e de integração socioeconômica de famílias venezuelanas interiorizadas desde Roraima implementados de 2018.



Em seguida, os visitantes foram recebidos na sede do Batalhão da polícia militar. Nesse lugar, foram recebidos pelo tenente coronel Alencar e o capitão Portella, os quais, apresentaram os programas de formação em Jiu-jitsu e ballet para crianças da comunidade.


Na segunda parte da agenda, foi realizada uma reunião entre os diplomatas e as famílias venezuelanas na biblioteca comunitária Monteiro Lobato, sede da ONG Ação Floresta da Barra. Ali, foi apresentado o trabalho realizado pela equipe dessa organização e foi possível interagir com famílias venezuelanas residentes na comunidade. A dinâmica permitiu conhecer as experiências de migração dos venezuelanos, assim como os principais desafios para alcançar sua completa integração à sociedade brasileira no atual contexto da pandemia da covid-19.


A iniciativa da visita permitiu visibilizar as dificuldades experimentadas pelas famílias venezuelanas de migrantes e refugiados, e, das organizações que trabalham na resposta da crise migratória venezuelana desde a cidade maravilhosa para conseguir sua integração economia e social no Brasil.

49 visualizações0 comentário